1/1

RESÍDUOS SÓLIDOS


Hoje vamos tratar de UMA das QUATRO componentes das POLÍTICAS PÚBLICAS NO BRASIL, o TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS.

DEFINIÇÃO - resíduos resultantes de algumas atividades.

CLASSIFICAÇÃO:


01. Natureza ou Origem:

a. Lixo Doméstico ou Residencial

b. Lixo Comercial

c. Lixo Público

d. Lixo Domiciliar especial

e. Lixo de Fontes especiais


02. Riscos Potenciais de Contaminação do Meio Ambiente:

a) Classe I ou Perigosos

b) Classe II ou Não-Inertes

c) Classe III ou Inertes


Além desta classificação, o Plano Nacional de Resíduos Sólidos propõe outra forma para agrupar tais resíduos, que considera o local ou atividade em que a geração ocorre:

a) Resíduos Sólidos Urbanos;

b) Resíduos da Construção Civil;

c) Resíduos com Logística Reversa Obrigatória;

d) Resíduos Industriais;

e) Resíduos Sólidos do Transporte Aéreo e Aquaviário;

f) Resíduos Sólidos do Transporte Rodoviário e Ferroviário;.

g) Resíduos de Serviços de Saúde;

h) Resíduos Sólidos de Mineração;

i) Resíduos Sólidos Agrossilvopastoris (orgânicos e inorgânicos;


COMO FUNCIONA O TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS NO BRASIL?

Cada um dos tipos de resíduos precisa de uma coleta e transporte corretos.

A hierarquia a ser adotada visando prevenir a poluição deve seguir a seguinte escala:

Prevenção e Redução - Os municípios e/ou responsáveis pelo tratamento do lixo da cidade devem buscar a não geração ou redução da quantidade gerada. A população deve ser incentivada a reduzir o lixo que coloca pra ser levado.

Reciclagem e Reuso - Fomentar a reciclagem e o reuso também tem sido rotina dos municípios e responsáveis pela coleta e tratamento do lixo.

Coleta e Tratamento - Segundo os dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (ABRELPE) são negativos para o setor. Pois muitas vezes os passos que eram pra ser anteriores carecem de conscientização tanto do poder público quanto da população.

Segundo o Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil - 2016, quase 60% dos municípios brasileiros destinam seus resíduos sólidos para locais inadequados.

Quanto aos tratamento, no Brasil são usados os seguintes:

  • Tratamento Mecânico - Como o nome sugere o tratamento é feito usando processos físicos em usinas de triagem para separar ou reduzir o tamanho dos resíduos.

  • Tratamento Bioquímico - No tratamento de resíduos sólidos bioquímico, a decomposição da matéria é feita normalmente por seres vivos (bactérias e fungos).

  • Tratamento Térmico - No tratamento térmico, de acordo com a tecnologia, os resíduos recebem determinado calor (temperatura de reação) por determinado tempo (tempo de reação). O objetivo é a redução de volume com os processos físico-químicos.

Disposição final - Para finalizar o processo, o resíduo sólido que não foi consumido pelos processos de tratamento segue para alguma das disposições finais: Lixões, aterro controlado ou aterro sanitário.

  • Lixão - O lixão é um espaço a céu aberto para destinar lixo, normalmente sem tratamento algum. O grande potencial de problemas é a proliferação de insetos peçonhentos e escorpiões, que transmitem doenças, contaminam o ar, o solo e os lençóis freáticos, sem contar o mau cheiro que exala constantemente.

  • Aterro Controlado - é o meio termo de lixão e aterro sanitário. É feita alguma captação de chorume e gases mesmo que de forma simples. O maior objetivo é minimizar os impactos ambientais.

  • Aterro Sanitário, onde há cuidado com os gases e o chorume gerado pelo lixo. Há cobertura com camadas de terra para evitar odores, incêndios e animais transmissores de doença.

LEGISLAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS NO BRASIL

A lei que regula a Política Nacional de Resíduos Sólidos no país é a de número 12.305 de 02 de agosto de 2010.

Camilo First

Fone: (41) 9 9867-5934

camilofirst@yahoo.com.br