EDITORIAIS

As notícias, informações, dicas e opiniões com a qualidade dos melhores profissionais!

1/1

LER FAZ CRESCER

Atualizado: 24 de Out de 2019


Crescimento é algo que se aprende. Crescimento é exercício, é insistência, é persistência. Não se cresce do dia pra noite. Não se cresce no comodismo e no desinteresse. Só se cresce quando se amadurece. O crescimento humano se dá com todas as experiências e escolhas que fazemos ao longo da vida. Crescimento também se dá com a prática da leitura. Leitura de mundo, leitura de imagens e leitura de escritos, que expressam o que pessoas pensam, o que sentem, o que imaginam, o que pesquisam, o que experimentam, o que descobrem nas suas jornadas pela vida. A habilidade da leitura intelectual e funcional se adquire com muita prática. Ler é trabalhoso pois força o cérebro a fazer as conexões novas o tempo todo e exige concentração do leitor. Ler é um trabalho prazeroso para aqueles que já descobriram a maravilhosa aventura de estar aberto às ideias e expressões do outro. Com o outro se aprende, aliás, aprender é estar aberto ao outro e ao novo, afinal, nesta jornada da vida estamos todos no mesmo barco, ou melhor, na mesma casa planetária. É triste olhar as estatísticas e constatar que os brasileiros leem pouco. É intrigante constatar que nas nossas escolas não é dado ênfase para a leitura, sendo esta a principal ferramenta de aprendizagem. Os índices de aprendizagem melhorariam expressivamente se os nossos alunos adquirissem o gosto pela leitura. A formação de alunos autônomos e pesquisadores exige que tenham enraizado o hábito da leitura. A biblioteca deveria ser o espaço mais atraente e dinâmico de toda escola para fomentar leitores ávidos de conhecimento e ansiosos para a descoberta do mundo das letras e a descoberta de si mesmos em cada página lida. O desenvolvimento e a cidadania em nosso país melhorariam se a leitura fizesse parte do dia a dia dos brasileiros. A pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, encomendada pelo Instituto Pró-Livro e realizada pelo IBOPE, divulgou em 2016 que o interesse pela leitura vêm crescendo em nosso país e que um pouco mais da metade da população brasileira gosta de ler, com uma média de 4 livros por ano. A pesquisa também mostrou que a Bíblia é o livro mais lido pelos brasileiros e que a preferência é pelos livros religiosos, literários, de ficção e motivação. As mulheres, segundo a pesquisa leem mais que os homens. Entre as motivações para a leitura estão: o gosto pela leitura, a busca pela atualização cultural, a distração, motivos religiosos, crescimento pessoal e exigência profissional. A maioria dos brasileiros leitores ainda não conhece o livro digital e prefere comprar seus livros em livrarias físicas. Na pesquisa os títulos mais citados foram: a Bíblia, Diário de um banana, Casamento Blindado, A Culpa é das Estrelas, Cinquenta Tons de Cinza, Ágape, Esperança, O Monge e o Executivo, Ninguém é de ninguém, Cidades de Papel, O Código da Inteligência, Livro de Culinária, Livro dos Espíritos, A Maldição do Titã, A Menina que Roubava Livros, Muito mais que cinco minutos, Philia e A Única Esperança. Entre os escritores preferidos dos brasileiros, citados na pesquisa, estão: Monteiro Lobato, Machado de Assis, Paulo Coelho, Maurício de Sousa, Augusto Cury, Zibia Gasparetto, Jorge Amado, Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Chico Xavier, John Green, Ada Pellegrini, Vinícius de Moraes, José de Alencar e Padre Marcelo Rossi. A pesquisa ainda mostrou que a principal distração dos brasileiros ainda é a televisão e que trinta por certo da nossa população nunca comprou um livro sequer. Ler é preciso. Crescer é preciso. Estimular a leitura nas crianças é preciso desde cedo para que os jovens e adultos cresçam em conhecimento e compreensão de sua realidade. É possível transformar uma realidade a partir do conhecimento. É possível transformar um país a partir do crescimento intelectual de sua população e do desenvolvimento de sua cidadania.



Camilo First

Fone: (41) 9 9867-5934

camilofirst@yahoo.com.br