EDITORIAIS

As notícias, informações, dicas e opiniões com a qualidade dos melhores profissionais!

1/1

EXTINÇÃO DE 03 BASES DO PROJETO TAMAR


O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, subordinado ao Ministério do Meio Ambiente, de Ricardo Salles, extinguiu três bases avançadas do Projeto TAMAR, de conservação de tartarugas marinhas, em Camaçari (BA), Parnamirim (RN) e Pirambu (SE). Ao mesmo tempo, o ICMBio formalizou a criação de uma nova base, em Salvador (BA).


O QUE E O INSTITUTO CHICO MENDES

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade é uma autarquia em regime especial, criado dia 28 de agosto de 2007, pela Lei 11.516. O ICMBio é vinculado ao Ministério do Meio Ambiente e integra o Sistema Nacional do Meio Ambiente (Sisnama). Cabe ao Instituto executar as ações do Sistema Nacional de Unidades de Conservação, podendo propor, implantar, gerir, proteger, fiscalizar e monitorar as UCs instituídas pela União. Cabe a ele ainda fomentar e executar programas de pesquisa, proteção, preservação e conservação da biodiversidade e exercer o poder de polícia ambiental para a proteção das Unidades de Conservação federais.

A EXTINÇÃO

A unidade de Sergipe foi a primeira unidade do Projeto TAMAR no país, e estava desativada desde o fim do ano passado.

O ICMBio formalizou a criação de uma nova base avançada do Tamar, em Salvador (BA).

De acordo com a portaria, as bases avançadas dos centros nacionais de pesquisa e conservação, o que não inclui somente este projeto, seguirão ativas apenas se houver comprovação da necessidade de ações de pesquisa e conservação conduzidas durante todo o período do ano.

É importante destacar que todos esses locais possuem bases da Fundação Tamar / Projeto Tamar, que continuará fazendo seu trabalho normalmente, embora deixem de contar com o apoio da estrutura governamental, que já vinha sendo sucatada há alguns anos.


(Renata Gonçalves - Colunista TV Online)

Camilo First

Fone: (41) 9 9867-5934

camilofirst@yahoo.com.br