EDITORIAIS

As notícias, informações, dicas e opiniões com a qualidade dos melhores profissionais!

1/1

COMO ME TORNEI ESTÚPIDO


Ler um livro e se identificar com as situações, certamente se você é um leitor assíduo isso já lhe ocorreu. Mas quando a história lhe prende e você tem a certeza de que o final do livro será as respostas para muitas dúvidas do seu dia a dia? Normal isso, não é?

A história se passa na França e Antoine é o protagonista, que sofre de um mal que com certeza assola a muitos outros, a inteligência.

Mas afinal, o que é a “inteligência” no livro e como pode alguém sofrer com isso?

Não é tão simples entender a mente humana, se fosse não teríamos tantos casos de depressão, se fosse talvez Robin Wilians estaria agora trabalhando em algum novo filme, se fosse faltaria ideias para o autor escrever essa brilhante obra.

Quantos de nós já quis mudar o mundo? Quantas noites já passamos em claro pensando na vida? Pensar demais é um mal, e que assombra Antoine dia após dia. Ele é um retrato, um pouco exagerado claro, de muitos de nós que não vemos graça em como o mundo vive e se diverte com coisas “estúpidas”.

A biblia diz que “quem tem a sua ciência aumentada, tem também a sua dor”, mas Antoine a cita como um mero historiador, pois não tem religião, mora sozinho e tem poucos e estranhos amigos. Tenta de tudo para se livrar de seu mal, e chega a uma situação extrema de pedir ao seu médico que lhe retire parte do celebro.

Um livro que me prendeu a leitura do início ao fim, e que mesmo com situações extremas de ficção considero uma leitura inteligente e que nos faz refletir.

Camilo First

Fone: (41) 9 9867-5934

camilofirst@yahoo.com.br